Ciência em Casa
Balão à prova de fogo
Ciência em Casa

Material

      Dois balões.
      Fósforos.
 
Compostos

      Água.
 
Vídeo:  
download1.avi (104 KB) fraco
download2.avi (323 KB)   forte






Fotos:  








Procedimento

     1. Enche um balão de ar e dá um nó à sua abertura.

     2. Acende um fósforo e coloca-o debaixo do balão cheio de ar.

     3. O que aconteceu? (o balão arrebenta instantaneamente)

     4. Pega noutro balão e deita um pouco de água para o seu interior. (podes deitar meio copo de água)

     5. Enche o balão de ar e dá um nó à sua abertura.

     6. Acende outro fósforo e coloca-o debaixo do balão. (deves colocar a chama do fósforo sob a parte do balão que tem água)

     7. O que aconteceu? (podes verificar que o balão arrebenta passado muito mais tempo, porquê?)
 
O porquê?

A ideia que temos de um balão cheio de ar é a de um objecto extremamente frágil. Temos a noção de que um balão arrebenta se o colocarmos junto a uma chama. Isto porque a chama ao enfraquecer a borracha faz com que esta não aguente a pressão exercida pelo ar contido no balão. Este facto é verificado na execução experimental que envolve o primeiro balão. No entanto, o segundo balão não arrebenta mesmo que a chama entre em contacto directo com a borracha. Porque será?

A única diferença do segundo balão para o primeiro é este conter água no seu interior. A água no interior do balão "absorve" a maior parte do calor fornecido pela chama, não deixando que a temperatura da borracha aumente muito. Assim, a borracha não enfraquece o suficiente para não aguentar a pressão exercida pelo ar. A água é uma boa "armazenadora" de calor porque tem uma elevada capacidade calorífica. No dia a dia, sabemos o tempo que demora e a quantidade de calor necessária para levar a água ambiente à ebulição (100 ºC). Será que um balão com limalha de ferro no seu interior iria ter o mesmo comportamento? Porquê? Experimenta!
 




As 5 melhores História do site Ligações interessantes Regras de segurança Contacto English version
Todos os direitos reservados. Copyright © 1999-2003 Ciência em Casa - Vasco Silva.
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem prévia autorização.
Por favor informe-me se houver algum problema no site.