Ciência em Casa
Balão sugado
Ciência em Casa

Material

      Balão pequeno.
      Garrafa de vidro.
      Dois garfos.
      Lamparina de álcool.
      Tripé.
      Rede.
 
Compostos

      Água.
 
Vídeo:  download.avi (650 KB)





Fotos:  








Procedimento

     1. Deita, aproximadamente, uma colher de água na garrafa vazia.

     2. Aquece a água da garrafa, com a ajuda da lamparina de álcool. (o aquecimento da água pode ser feito num microondas ou no fogão com intensidade de chama baixa. Não sujeitar o vidro a temperaturas muito elevadas porque este pode partir)

     3. Deixa a água estar, durante dois minutos, em ebulição. (a garrafa vai estar muito quente e cheia de vapor no seu interior, por isso tem CUIDADO!)

     4. Com a ajuda de dois garfos, retira a garrafa do aquecimento. (CUIDADO com as mãos, o vidro está muito quente)

     5. Com muito cuidado, para não te queimares, coloca o balão no gargalo da garrafa. (o balão deve ser colocado perfeitamente na vertical)

     6. Agora, deixa a garrafa arrefecer ao ar ambiente. (se quiseres acelerar o processo, podes adicionar água às paredes da garrafa. Adiciona água aos poucos, porque a garrafa pode partir devido à variação brusca de temperatura)

     7. No final, podes verificar que o balão é sugado para o interior da garrafa. (se o balão não for bem colocado, este pode arrebentar prematuramente)
 
O porquê?

Um balão a entrar na garrafa sozinho? Este resultado lembra o da experiência: "A lata que implode". Na experiência da lata, entretanto, a mudança de estados da água é muito brusca, enquanto que nesta experiência pode-se acompanhar a evolução da condensação do vapor, graças à variação menos brusca da temperatura e ao balão.

Quando se aqueceu a água da garrafa, a sua temperatura foi aumentando, lentamente, até à temperatura de ebulição. Ao deixar a água em ebulição, durante algum tempo, o vapor gerado vai ocupar, praticamente, todo o volume interior da garrafa. O balão é então colocado, com o intuito de acompanhar a evolução da condensação do vapor. Com o decorrer do tempo, a temperatura no interior da garrafa vai decrescendo, fazendo com que o vapor condense. A temperatura no interior da garrafa vai ser inferior à de ebulição da água. À medida que o vapor vai condensando, o balão vai ocupando o volume que o vapor ocupava (compensar a diminuição de pressão). O balão continua a ser sugado até que se estabeleça um equilíbrio entre o vapor e líquido, presentes no interior da garrafa. Esta experiência é prova evidente de que um gás ocupa maior volume do que um líquido. Não te esqueças de experimentar em casa, mas tem cuidado com o vidro quente!
 




As 5 melhores História do site Ligações interessantes Regras de segurança Contacto English version
Todos os direitos reservados. Copyright © 1999-2003 Ciência em Casa - Vasco Silva.
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem prévia autorização.
Por favor informe-me se houver algum problema no site.